16 de maio de 2016

Exposição Brinquedos à Mão no Placate das Artes em Salvador, BA

A criança que existe em mim não morre e sempre me leva a lugares que remetem à minha infância. De férias em Salvador fui ver a exposição Brinquedos à Mão no Palacete das Artes, conhecido também como Museu Rodin.
Brinquedo de tecido. / Abertura da exposição. / Pavão de tecido.
A exposição, que já esteve em São Paulo e em outras capitais, é o acervo pessoal da colecionadora e pesquisadora de arte popular Sálua Chequer, e está composta por mais de 1000 brinquedos fabricados inteiramente à mão, oriundos dos estados nordestinos Bahia, Pernambuco, Alagoas, Piauí, Sergipe, Ceará e Paraíba. Ao chegar na exposição me senti em casa, e rememorei muitos momentos de minha infância afinal, eu era uma criança que costumava construir todos os brinquedos que usava.
Brinquedos de madeira. / Dedoches. / Cadeirinhas de madeira.
A exposição tem três ambientes: a entrada mostra os brinquedos tipicamente masculinos como carros, bolas, cavalos, motos, e outros, construídos com os mais diversos materiais, desde palha de coqueiro à madeira, passando pelo alumínio de latas de refrigerante, garrafas PET, papelão, barro e tecido. Integrado a está sala está um cantinho com brinquedos que podem ser usados pelos visitantes. Dentre os brinquedos que podem ser tocados está o telefone sem fio [dois copos de plástico unidos por um cordão], o cavalo de pau feito com cabo de vassoura, dedoches [fantoches de dedo], bonecas e carrinhos de madeira.
Trem feito com latas de refrigerante.
 
Carrinhos de madeira.
Cobras de diversos materiais.
O terceiro ambiente é exclusivo para o universo feminino. Há bonecas de vários modelos feitas de tecido, cordão, miniaturas de utensílios domésticos e ambientes das casas de boneca montados em caixotes de madeira com os móveis imitando uma casa de verdade.
Quadros com bonecas. Achei uma ótima ideia de decoração.
Miniaturas de utensílios domésticos feitos de madeira, alumínio e barro, respectivamente.
Os caixotes servem perfeitamente como cômodos para a casa das bonecas.
A exposição é um mergulho no imaginário da popular nordestino que expressa sua criatividade por meio da construção dos mais diversos brinquedos. E se quiser visitar, ainda dá tempo: a exposição fica no Palacete até o 26 de junho, de terça à sexta, das 13h às 19h, sábados e domingos, das 14h às 19h, e a entrada é gratuita. O Palacete das Artes fica na Rua da Graça, n. 289, Graça, Salvador. E se quiser saber mais sobre a colecionadora Sálua, dá uma olhada na entrevista dela à Rede do Saber de São Paulo e nesse vídeo sobre a exposição em São Paulo produzido pela televisão Band.