1 de fevereiro de 2016

Fevereiro: gotas de Paz

Follow my blog with Bloglovin
Todo mundo no clima de Carnaval! Nos quatro cantos do Brasil só se fala em festa, abadá, camarote, arquibancada, escola de samba, trio elétrico... Mas será que todos estamos, realmente, nesse clima de festa? Claro, podemos pensar na guerra contra o terrorismo, as notícias de mortes que sangram os telejornais, as inimizades e conflitos diários, mas quero te convidar a olhar para dentro de você mesmo desta vez.
No seu coração, tudo está em paz? O que é que te preocupa? Ao nosso redor vivenciamos pequenas guerras que nos movem do eixo, nos tiram do sério: filhos, problemas no casamento, dificuldades com familiares, trabalho, estudo... Olhamos aquela lista de metas que escrevemos em dezembro de 2015 para cumprir em 2016, e já sofremos com o medo de não conseguir alcançá-las, e chegar ao final deste ano com todos os itens intactos, do mesmo modo em que os escrevemos. Ficamos ansiosos pelo futuro, com receio de que as coisas não andem como planejamos. Tememos o amanhã, o porvir, e concentramos as energias e pensamentos em outras coisas, por que não queremos pensar no que pode acontecer daqui para a frente. Ao longo dos anos em minha vida, tenho aprendido e vivido o significado dessas passagem bíblica que, para muitos, é possível de atender:
" - Por isso eu digo a vocês: não se preocupem com a comida e com a bebida que precisam para viver nem com a roupa que precisam para se vestir. Afinal, será que a vida não é mais importante do que a comida? E será que o corpo não é mais importante do que as roupas?" [Matheus 6:25].
 "Não se preocupem com nada, mas em todas as orações peçam a Deus o que vocês precisam e orem sempre com o coração agradecido" [Filipenses 4:6].
Depois de passar por alguns momentos caóticos na minha vida profissional, de ver o desemprego bater à porta e o dinheiro de pagar as contas sumir, comecei a dar mais atenção à essas palavras, e tentar imaginar se minha vida melhoraria caso eu desse ouvidos ao que esses textos dizem. Experimentei entregar meus pensamentos, medos, temores, lágrimas e, principalmente, meu coração a um estado de paz, tranquilidade e fé no porvir, crendo que o futuro poderia ser melhor. Hoje posso dizer que vivo em paz: já não me preocupo se ficarei sem emprego, se não tenho dinheiro, se tenho que cumprir uma tarefa desafiadora... Estou em paz comigo e com o mundo; peço a Deus e oro de coração agradecido. Esse é o combustível que me ajuda a passar os dias difíceis, as crises, as tristezas do dia a dia. Com o coração em paz, aprendi que a fé trabalha mais, de forma mais eficiente; aprendi a treinar meus olhos para ver o impossível; e tenho ajudado a mim mesma tornar-me um ser humano melhor.
A paz esteja com você!
Você pode ver também o texto de janeiro.